Como abrir um e-commerce do zero

O empreendedorismo digital está crescendo cada vez mais, e nós estamos aqui para te ajudar a abrir o seu e-commerce de um jeito fácil e rápido. Você economiza tempo e vende mais! Nesse post, vamos explicar tudo que você precisa saber para começar seu projeto!

Domínio

E começamos, obviamente, pelo domínio. Que nada mais é do que o endereço eletrônico da sua loja, a URL, que é o código de acesso à sua Loja Virtual, onde o cliente vai encontrar os seus produtos. E é aqui, neste endereço, que você vai criar a sua vitrine virtual, cadastrando todos os produtos. O domínio é composto pelo nome (que você escolhe e que está disponível) + uma extensão. Exemplo: minhaempresa.com.br – onde o nome da sua marca é “minhaempresa” e a extensão é “.com.br”. Existem diversas extensões disponíveis, como:

.com

.com.br

.net

.org

.info

.edu

Aí você vai escolher de acordo com o nicho do seu negócio!
Mas você deve estar se perguntando onde e como encontrar o tal domínio, não é mesmo?! O primeiro passo é você verificar a disponibilidade do endereço virtual que pretende utilizar (nem sempre o nome que você já utiliza como marca está disponível!).

Registro de domínio “.br”

Para fazer o registro com essa extensão, você precisar verificar a disponibilidade no Registro.br. Na home do site você encontra um campo de busca onde vai digitar o domínio que deseja utilizar, e caso esteja disponível, pode adquirir em nosso pacote com hospedagem. E caso o domínio já esteja registrado por outro usuário, o próprio site vai sugerir outras opções relacionadas à sua busca.

Registro de domínio com outras extensões

O caminho mais fácil para você fazer o registro de um domínio com extensão diferente de “.br” é por meio da contratação de um serviço de hospedagem. E existem muitas opções de empresas nesse segmento, como: HostMídia, HostGator, GoDaddy, UOL Host, Kinghost, Locaweb e muitas outras. Após escolher com qual hospedagem vai trabalhar, é o mesmo processo de verificar se o domínio que quer utilizar está disponível. E assim como no Registro.br, algumas das plataformas também mostram opções de resultados disponíveis na busca, sugerido outros domínios similares caso o seu não esteja disponível.
Em ambas as opções – com ou sem extensão “.br” -, após a escolha do domínio disponível, você precisa finalizar a compra preenchendo com dados completos, como nome, telefone, endereço, e-mail e CNPJ ou CPF. E depois, basta concluir com a etapa de pagamento. E assim que for processado e essa etapa concluída, os serviços da hospedagem ficam automaticamente disponíveis para uso.

Hospedagem

Até aqui você já viu que o domínio é parte importantíssima e inicial na hora de montar o seu e-commerce, e também, falamos brevemente sobre as empresas de hospedagem. Mas o que é e para quê serve? Bom, com o serviço de hospedagem os arquivos do seu site ficam salvos em um servidor, que nada mais é do que um computador preparado exatamente para receber e guardar todas essas informações em segurança.
É através da hospedagem que a sua marca fica acessível na internet em tempo integral e em qualquer lugar do mundo. O plano de hospedagem pode ser adquirido junto com o registro ou separadamente.

Integração com os meios de pagamento

Na prática você viu que até aqui abrir a sua Loja Virtual é fácil, certo?! E para que os processos de operação do seu e-commerce sejam cada vez menos burocráticos, facilitando todo o ciclo de vendas do seu negócio, o próximo tópico que trazemos aqui é a integração do seu site com os meios de pagamentos.
Em um mercado (online) cada vez mais competitivo, uma das nossas dicas para se destacar entre as lojas virtuais é oferecer ao seu cliente facilidade na hora de pagar a compra. E é por isso que a integração com as plataformas de pagamento online é tão importante. Entre os benefícios, está a possibilidade de disponibilizar diversas opções de pagamento, como boleto e cartão de crédito, dando ainda mais credibilidade à sua loja. E quem pode usar o pagamento online? Este serviço é disponibilizado para todas as empresas que vendem pela internet.
O processo ou jornada de compra bem-sucedido depende muito do meio de pagamento. Isso porque se algo dá errado entre colocar os itens no carrinho e finalizar a compra, o seu negócio terá prejuízo. Logo, quanto mais integrados os meios de pagamento, menos chance de perdas. Atualmente, as soluções mais comuns são os intermediadores de pagamentos e os gateways de pagamento.

Intermediadores de pagamentos

Funcionam como uma ponte entre o consumidor e a instituição financeira, de forma que não é necessário que a sua Loja Virtual tenha contratos com as operadores de cartões. Com esta opção, o cliente paga para a empresa intermediadora que repassa as informações ao banco. As vantagens dessa modalidade são:

Aceita diversos meios de pagamento (crédito, boleto);

Sistemas antifraude já incluso (na maioria das contratações);

Apenas um contrato com o intermediador (menos burocracia!)

Gateways de pagamento

Aqui o cliente insere informações, como o número do cartão de crédito e o código de verificação (CVV), que são enviadas às operadoras dos cartões e às instituições financeiras, para que seja feita a análise de limite disponível para a compra. As vantagens dessa modalidade são:

Variedade de bandeiras disponíveis;

Possibilidade de negociar diretamente com o banco e conseguir gerenciar todas as operações no mesmo lugar;

Oferece a opção de sistema antifraude e negociação direta.

Aqui na Mark, nós integramos o seu e-commerce com os principais meios de pagamentos online:

Mercado Pago

Safe2Pay

pagseguro

pagar.me

b!cash

iugu

gerencianet

Empresas de envio

Outra integração que vai facilitar a experiência de compra no seu e-commerce é com as empresas de envio. Ao contrário do que acontece em uma loja física, o frete é um quesito importantíssimo para as Lojas Virtuais. E é para facilitar tanto para o lojista quanto para o cliente que as plataformas de frete existem.
Também conhecida como gateway de frete, esta é uma ferramenta que conecta o seu e-commerce à diversas plataformas logísticas disponíveis no mercado. Essas plataformas de frete funcionam como intermediárias, estabelecendo a ponte entre a sua loja e as transportadoras, oferecendo variedade de preços.
A integração mais clássica é com os Correios. O contrato firma um acordo de prestação de serviços firmado entre a empresa e a responsável pelo sistema de envio e entrega no Brasil. Desta forma, o seu e-commerce tem acesso à descontos nas entregas. E para contratar, basta ir até a agência dos Correios mais próxima da sua empresa, e, logo após o teste de usabilidade no seu site, a integração é efetivada.
Outra integração que fazemos é com a Melhor Envio. É uma plataforma online para cotar e gerar etiquetas de frete, sendo possível comparar as condições oferecidas por diferentes transportadores (incluindo os Correios), e escolher a que melhor atende a sua necessidade. Uma ótima opção para que você não precise negociar contratos individuais com as transportadoras.


Na hora de produzir as fotos de produto para o e-commerce da sua marca, jamais esqueça que as vendas são online, logo, mostrar a maior fidelidade do seu produto significa vender mais!

Destaques

Compartilhe em linkedin
LinkedIn
Compartilhe em whatsapp
WhatsApp
Compartilhe em twitter
Twitter
Compartilhe em reddit
Reddit
Compartilhe em facebook
Facebook